História

O termo Shaolin Quan se refere aos estilos e técnicas de Kung Fu desenvolvidos pelos monges do Templo Shaolin. Uma destas técnicas é o Shaolin Quan caracterizado por sua destreza, velocidade e potência. A arte marcial de Shaolin não só dá ao templo a sua merecida fama internacional senão também fascina todo o mundo, sendo assim os monges percorrem por diversos países do mundo exibindo suas incríveis habilidades marciais.
Os monges budistas são conhecidos por dominarem à perfeição do seu corpo, o seu treinamento é realizado diariamente associados aos pensamentos do budismo Ch´an. 

Templo Shaolin

Shaolin literalmente significa “Jovem Floresta” e é um monastério budista localizado ao norte da China, na província de Henan. São famosos principalmente pela sua associação com o budismo Ch´an, conhecido como Zen no Japão. Shaolin tem este nome devido a um grande incêndio que devastou as florestas ao redor do templo. As árvores destruídas foram depois replantadas, o que tornou a jovem floresta. 

Shaolin Qi Gong

O Qi Gong é um termo de origem chinesa que significa literalmente "Treinamento da Energia Vital" e que se refere ao trabalho ou exercício de cultivo da energia interna (Qi). Estes exercícios tem a finalidade de estimular e promover uma melhor circulação de energia Qi para o nosso organismo. Existem milhares de variações destas práticas, o Qi Gong é um termo com um sentido tão amplo quanto o da palavra ginástica no ocidente, podendo ser aplicado a práticas com características muito diversas.

Um dos critérios para sua classificação os dividem em duas linhas, os estáticos e os dinâmicos. Têm em comum a busca da união do corpo e da mente num equilíbrio harmonioso.

Algumas formas de Qi Gong são utilizadas não apenas como uma forma terapêutica de melhorar a saúde do praticante, mas também como um instrumento para tratar da saúde de outras pessoas. A forma mais comum se utiliza da imposição das mãos e da intenção do terapeuta de canalizar ou transmitir um pouco de sua própria energia ao paciente.

O Qi Gong não foi criado por um único indivíduo e resulta de milhares de anos de experiências dos chineses no uso da energia para tratar doenças, promover a saúde e longevidade, melhorar as habilidades de luta, expandir a mente, alcançar diferentes níveis de consciência e desenvolver a espiritualidade. Apesar das diversas técnicas de Qi Gong terem se desenvolvido separadamente em diversos locais da China, em muitos casos se influenciaram mutuamente.

Bodhidharma

Bodhidharma conhecido na China como Damo foi um monge budista tradicionalmente associado com a transmissão do budismo Ch´an (conhecido como Zen no Japão). Têm-se muito pouca informação contemporânea sobre a vida de Bodhidharma e narrações posteriores misturaram-se com lendas, mas a maior parte dos relatos concordam que ele foi um monge no sul da Índia que viajou para o sul da China e posteriormente mudou-se para o norte. Há divergências quanto à data de sua chegada, um relato antigo diz que ele chegou durante a dinastia Liu Song (420–479), ao passo que relatos posteriores dizem que chegou durante a dinastia Liang (502–557).

Meditação 

Tanlin, no prefácio ao Duas Entradas e Quatro Atos, e Daoxuan, no Outras Biografias de Monges Eminentes, mencionam uma prática do Bodhidharma denominada "olhar-parede". Tanto Tanlin quanto Daoxuan associam esta prática de "olhar-parede" com a "aquietação da mente". Em outro lugar, Daoxuan também diz: "Os méritos do método Mahayana de olhar-parede são os mais altos Estas são as primeiras menções no relato histórico do que pode ser um tipo de meditação budista relacionada com Bodhidharma. No Duas Entradas e Quatro Atos, tradicionalmente atribuído a Bodhidharma, o termo "olhar-parede" também aparece.

Aqueles que se afastam da Ilusão de volta à Realidade, que meditam nas paredes, a ausência de si-mesmo e do outro, a unidade entre mortal e sábio, e que mantêm-se impassíveis até mesmo pelas escrituras estão de acordo completo e silencioso com a razão. Exatamente o que a prática de "olhar-parede" de Bodhidharma compreendia continua incerto. Quase todos os relatos tratam esta prática como sendo ou uma variação indefinida de meditação, como Daoxuan e Dumoulin, ou como uma variação da meditação sentada parecida com o Zuochan (chinês) ou Zazen (japonês) que posteriormnte tornou-se uma característica definidora do Chán; a última interpretação é particularmente comum entre os que trabalham do ponto de vista do Ch´an. Houve, também, interpretações deste "olhar-parede" como um fenômeno não meditativo.

Filiações e Parcerias

Desenvolvido por